Redes Sociais

I Liga

Derrota e assobios na Madeira

Um golo solitário de Ewerton, apontado aos 28 minutos, revelou-se suficiente para o Portimonense vencer hoje o Nacional, por 1-0, em jogo da oitava jornada da I Liga de futebol, disputado no Estádio da Madeira.

Os algarvios obtiveram o seu primeiro triunfo fora de casa esta época, enquanto os madeirenses sofreram a quarta derrota na Choupana, onde ainda não conseguiram pontuar.

O triunfo valeu a subida provisória do Portimonense, ao nono lugar, agora com dez pontos. Para já, o Nacional mantém a 17.ª posição, com cinco, mas poderá cair para o último lugar, caso o Desportivo das Aves pontue, na receção de sábado ao Santa Clara.

O Nacional praticamente não causou perigo ao adversário na primeira parte e as únicas exceções foram um remate de Róchez, aos 17 minutos, que Leo defendeu, e outro de Gorré, aos 21, com a bola a entrar ainda na baliza, mas encontrava-se em posição irregular.

Aos 28 minutos, o Portimonense marcou aquele que seria o golo da vitória: depois de uma enorme falha defensiva, Manafá ganhou um ressalto a Vítor Gonçalves, isolando Ewerton, que, com um remate subtil bateu Daniel Guimarães.

Na segunda parte, aos 49 minutos, houve golo anulado a Jackson Martinez, num lance em que, o juiz da partida, chegou a sancionar. Contudo, alertado pelo VAR, Manuel Oliveira anulou o tento ao avançado colombiano, que surgiu entre os centrais a cabecear para o fundo da baliza dos madeirenses.

O mesmo Jackson Martinez, aos 58 minutos, apareceu isolado frente a Daniel Oliveira, mas o guarda-redes do Nacional evitou o golo com uma boa defesa.

Aos 77 minutos, nova oportunidade para os algarvios, com Paulinho a rematar sobre a direita, atirando ao poste esquerdo, gorando-se uma grande oportunidade.

O Nacional passou os últimos 15 minutos no meio-campo adversário, mas fê-lo mais com o coração do que com a cabeça, uma vez que, apesar das tentativas, nenhuma delas pôs em perigo a baliza de Leo.

O jogo terminou com os adeptos da casa a despedirem os seus jogadores e equipa técnica com protestos e muitos assobios.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais I Liga