Redes Sociais

I Liga

FC Porto passa “pressão da liderança” para o lado do SC Braga

O brasileiro Otávio e o maliano Marega foram hoje os artífices do triunfo do FC Porto, por 2-0, sobre o Marítimo, no jogo da nona jornada da I Liga de futebol, disputado no Funchal.

Otávio, que foi aposta de Sérgio Conceição, aos 67 minutos, foi o grande trunfo do técnico portista, uma vez que saltou do banco para marcar o primeiro golo dos ‘dragões’, que, nessa altura, passavam por dificuldades.

O jogador assistiu, depois, Marega, para o segundo golo, que selou, em definitivo, a vitória dos portistas, agora isolados provisoriamente no primeiro lugar, com 21 pontos, mais três do que o SC Braga, que só joga no domingo.

Já o Marítimo, que ficou reduzido a dez unidades, nos últimos 12 minutos da partida, face à expulsão de Danny, com o cartão vermelho direto, devido a uma cotovelada sobre Otávio, já não vence há sete jogos, em todas as competições. A equipa liderada por Cláudio Braga perdeu os últimos quatro no campeonato.

Por sua vez, o campeão nacional em título somou o quinto triunfo consecutivo, incluindo os jogos relativos ao campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga dos Campeões.

Os ‘dragões’ ganharam nos Barreiros, pelo futebol produzido na segunda parte, já que na primeira a grande oportunidade pertenceu aos insulares, aos 28 minutos, num lance em que Joel Tagueu combinou bem com Jean Cléber, entrou na área pelo flanco esquerdo e rematou forte, para defesa atenta de Casillas.

Na segunda parte, o Marítimo que jogou num pouco habitual, mas eficaz, 3x5x2, não foi tão consistente como no primeiro período e, aos 48 minutos, os visitantes deram um primeiro sinal de inconformismo, num remate de Soares, para uma boa defesa do iraniano Amir.

Aos 62 minutos, o árbitro não teve dúvidas em assinalar uma grande penalidade a favor do FC Porto, devido a uma falta na área, de Lucas Áfrico sobre Soares, mas, na conversão, aos 64, Marega atirou mal permitindo, a defesa de Amir.

Com as dificuldades a aumentarem, o treinador portista apostou em Otávio, que deu conta do ‘recado’, num bom lance de ataque do FC Porto, aos 70 minutos, com o brasileiro a receber a bola do calcanhar de Marega e a rematar forte fazendo o primeiro golo, sem hipótese de defesa para Amir.

Três minutos volvidos, Bebeto perdeu a bola no meio-campo e o erro foi bem aproveitado pelos portistas, com Oliver a entregar a bola para Otávio, que serviu Marega, com o maliano a selar o suado triunfo por 2-0.

Aos 81 minutos, num remate de Oliver, a bola saiu ao lado, e a partir de então os portistas geriram o resultado até ao apito final de Carlos Xistra, que, aos 82, expulsão Danny.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais I Liga