Redes Sociais

I Liga

“Foi um jogo difícil”

Declarações após o jogo da 19.ª jornada da I Liga de futebol entre SC Braga e Santa Clara (1-0), disputado na terça-feira em Braga:

Abel Ferreira (treinador do SC Braga): “Foi um jogo difícil, perante uma equipa que tem feito, sobretudo, pontos fora de casa, joga muito bem em espera. Sei que o seu treinador nos deu a iniciativa, como muitos outros, para depois ficar à espera de uma transição, uma bola parada ou um penálti, são pormenores que não controlas.

O Santa Clara veio aqui para não perder, teve um penálti, mas aí é competência contra competência e o nosso guarda-redes fez o que tinha que fazer, segurou a equipa e deu-nos pontos.

No último terço faltou qualidade na definição e faltou menos precipitação e isso pode advir de um contexto que tivemos próximo, mas foi uma vitória justa da equipa que mais procurou, tivemos outras oportunidades para marcar, embora o Santa Clara também pudesse ter marcado um golo.

O Braga é das equipas que mais jogadores utiliza, desde logo os três guarda-redes, hoje adaptámos um jogador na lateral esquerda que tem jogado a extremo direito [Esgaio], não é a mesma coisa, mas esta é uma equipa multifacetada, sabe as suas limitações e as suas virtudes.

Na equipa B, o mais importante não é o resultado, mas o processo. Na formação e na equipa B, o mais importante é desenvolver os jogadores. A equipa B tudo vai fazer para ficar na II Liga, mas o mais importante é potenciar jogadores para a equipa principal.”

João Henriques (treinador do Santa Clara): “Fizemos a maioria do tempo o que tínhamos planeado, controlámos o ímpeto inicial do Braga, que teve mais posse, mas consentida por nós.

A segunda parte foi mais agitada, nós continuámos a controlar a bola longe da nossa zona de finalização, mas fomos mais proativos, aconteceu a grande penalidade e, logo a seguir, outra grande oportunidade. Depois, um erro nosso permitiu ao Braga fazer o único golo da partida.

O que não estava previsto era falharmos uma grande penalidade e cometermos aquele erro, se não, tínhamos vencido o jogo, injusto é o resultado desta partida depois de tudo o que fizemos.

(Reforço Francisco Ramos) É um jogador que vem acrescentar qualidade ao nosso grupo, vem colmatar a ausência do Anderson Carvalho, foi uma contratação de emergência, que não estava prevista, mas surgiu esta oportunidade.

É ridículo dizer que o Serginho estava a passar tempo aos dois ou três minutos. Ele estava à espera que a equipa se posicionasse. Depois o guarda-redes do Braga, nos minutos finais, também o fez e o árbitro não fez nada, foram duas atitudes diferentes e é altura de pôr a mão na consciência.”

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais I Liga