Redes Sociais

Canoagem

Governo atribui Medalha de Honra ao Mérito Desportivo à federação de canoagem

O Governo atribuiu este sábado a Medalha de Honra ao Mérito Desportivo, uma das mais altas condecorações desportivas nacionais, à Federação Portuguesa de Canoagem, durante a Gala dos Campeões daquela modalidade, realizada em Coimbra.

Na sessão, e de surpresa, sem o conhecimento prévio do presidente da federação, Vítor Félix, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, que tutela a área do Desporto, chamou-o ao palco e anunciou a condecoração: “Esta medalha é vossa e esta medalha é por tudo aquilo que o país deve à canoagem”, afirmou o governante.

A Medalha de Honra ao Mérito Desportivo destina-se a galardoar individualidades e coletividades nacionais ou estrangeiras pelos serviços prestados em prol do desporto nacional e pela continuidade ou repetição de ações ou factos relevantes prestigiando o desporto português e o nome do país.

Tiago Brandão Rodrigues, que se disse “apaixonado” pela canoagem, lembrou a evolução da modalidade em Portugal, argumentando que a canoagem portuguesa “já é uma potência mundial”, destacando a “consistência de resultados ao longo dos últimos anos e a projeção que a canoagem granjeou”.

O ministro da Educação lembrou ainda o “ano excecional de 2018” para a canoagem nacional, em que se incluíram os dois títulos mundiais de Fernando Pimenta, em K1 1.000 e 5000 metros, afirmando que um bicampeão mundial “não aparece por coincidência, nem por simples força”, mas sim pelo trabalho realizado.

Foto: Divulgação

Na Gala dos Campeões foram distinguidos com diplomas mais de 200 atletas campeões nacionais de 2018 e vencedores das primeiras pagaiadas do ano passado, 30 clubes campeões nacionais por especialidade, o vencedor do ranking nacional de veteranos e o vencedor do ranking nacional 2018, o Clube Náutico de Ponte de Lima.

Foram ainda galardoados, entre outros, os atletas internacionais que representaram Portugal em campeonatos do Mundo e da Europa e homenageados técnicos nacionais e os municípios de Montemor-o-Velho (Coimbra) e Vila Verde.

Na gala, a Federação Portuguesa de Canoagem atribuiu o prémio de atleta do ano ao bicampeão mundial Fernando Pimenta e Maria Rei, campeã do mundo júnior em K1 1000 metros, foi distinguida no setor feminino.

Hélio Lucas, técnico de Fernando Pimenta, foi distinguido treinador do ano, Messias Baptista jovem promessa do ano, o canoísta José Ramalho recebeu o prémio fair-play e a equipa do ano foi atribuída ao K2 500 metros de Joana Vasconcelos e Teresa Portela.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Canoagem