Redes Sociais

Ténis

João Sousa sobe a 39.º do ranking ATP

Foto: Twitter de B24

A tenista vimaranse, afastado nos 16 avos de final do Open da Austrália pelo japonês Kei Nishikori, subiu cinco posições no ranking ATP e é agora 39.º, ainda atrás daquele que é o seu melhor resultado, quando em maio de 2016 foi 28.º.

Em pares, onde alcançou umas históricas meias-finais – foi o primeiro português a jogar uma meia-final num torneio do ‘Grand Slam’ – a subida foi de 13 lugares de João Sousa, para o 32.º, em dupla com o argentino Leonardo Meyer (subiu de 48 para 38).

O português João Sousa, afastado nos 16 avos de final pelo japonês Kei Nishikori, subiu cinco posições e é 39.º, ainda atrás daquele que é o seu melhor resultado no ranking, quando em maio de 2016 foi 28.º.

Na atualização desta segunda-feira, destaque para Naomi Osaka, que passou a ser a primeira asiática a liderar o ‘ranking’ feminino mundial, depois de vencer no sábado o Open da Austrália.

Em Melbourne, Osaka venceu na final a checa Petra Kivtova, por 7-6 (7-2), 5-7 e 6-4, para conquistar apenas o terceiro troféu da sua carreira e dois deles são de torneios de Grand Slam, no sábado em Melbourne e no último ano no Open dos Estados Unidos.

A Ásia tem pela primeira vez um tenista no topo mundial, tanto em masculinos como femininos. A esta proeza, Osaka junta ainda o facto de ser a mais jovem (21 anos) a liderar nos últimos nove anos.

A japonesa destronou a romena Simona Halep, eliminada nos oitavos de final em Melbourne e que agora é terceira classificada, atrás de Petra Kivtova, que subiu quatro posições e é segunda, depois de ser finalista vencida.

Em masculinos, com a vitória de Novak Djokovic na final a cimentar a liderança do sérvio na classificação ATP, o segundo lugar continua a pertencer ao espanhol Rafael Nadal, finalista vencido, e o alemão Alexander Zverev subiu a terceiro.

O suíço Roger Federer, o tenista com mais títulos em ‘majors’ da história, caiu do terceiro para o sexto lugar, depois de ser eliminado nos oitavos de final pelo grego Stefano Tsitsipas, que subiu a 12.º.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Ténis