Redes Sociais

AF Braga

Jogo do futebol popular de Barcelos acaba mal

Faltavam dez minutos para o jogo do campeonato popular de Barcelos, em futebol, terminar quando adeptos do clube visitante invadiram o campo e “começaram à batatada”. Frente a frente estava o Clube Desportivo da Lama, a jogar em casa, e o Grupo Desportivo de Águas Santas.

A jogarem na segunda divisão deste campeonato, as duas equipas partiam com os mesmos pontos para mais uma jornada. O vencedor ficaria isolado na terceira posição.

O resultado estava 4-0 para o Lama, quando a marcação de uma falta, a favor do Águas Santas, foi o suficiente para a invasão de campo e para as tentativas de agressões não só ao árbitro da partida mas também aos jogadores lamacenses, tendo o jogador que cometeu a falta sido o alvo principal.

A equipa de arbitragem deu, imediatamente, por terminado o jogo mas os ânimos ainda continuaram exaltados.

Contactado por O MINHO, o presidente do Lama, José Araújo confirma os fatos e revela: “às nove da manhã já havia garrafas de vinho do porto nos muros bem como copos. Eu e porque as regras dizem que não podem haver nem garrafas nem copos de vidro fui chamar, duas vezes, a atenção para esse facto. Não só me insultaram como ainda me atiraram com copos, que eram de plástico, por sinal”.

Primeira vez

José Araújo reconhece que “foi a primeira vez que tivemos problemas ainda que não tenham sido provocados por nós”. Aliás, as regras do futebol popular de Barcelos são rígidas e “as multas elevadas. Nós quase que nem dinheiro temos para pagar a luz…”.

E se inicialmente a vitória tinha sido atribuída ao clube da Lama, os três pontos e o resultado ‘desapareceram’ à espera de uma decisão da Associação de Futebol.

Estes jogos não são policiados e nem as forças de segurança foram chamadas ao campo de futebol, um pedido que terá que ser feito pela equipa de arbitragem. José Araújo revelou, ainda, que “situações como esta têm vindo a aumentar neste campeonato”. O MINHO sabe, que este fim de semana, também houve problemas num jogo em Remelhe.

Equipa visitante lamenta

Entretanto, a equipa visitante, o Grupo Desportivo Águas Santas, repudiou a atitude dos seus próprios adeptos, classificando como “falta de desportivismo associado ao futebol popular”.

Em comunicado, o clube de Barcelos salienta reconhecer o apoio e esforço dos seus adeptos, mas “não pode aceitar o constante incendiar de situações de violência pela incompetência de alguns senhores que não dignificam o futebol popular”.

Sem qualquer referência específica, o Águas Santas refere que “alguns senhores” não respeitam “o esforço de quem luta para pelo seu desenvolvimento e pela verdade desportiva”.

“O Grupo Desportivo Águas Santas não merece este tipo de comportamentos e muito menos ser beliscado por atos que em nada se identificam com a linhas orientadoras do clube e da sua massa associativa”, termina o comunicado.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais AF Braga