Redes Sociais

I Liga

Moreirense causou problemas ao Sporting mas perdeu em Alvalade

Os golos de Nani e Bruno Fernandes deram hoje ao Sporting uma vitória sofrida diante do Moreirense (2-1), em jogo da 18.ª jornada da I Liga de futebol e depois de dois jogos sem vencer,

Depois dos triunfos de FC Porto (4-1, ao Chaves), Benfica (1-0, ao Vitória SC) e SC Braga (3-0, ao Nacional), apenas o triunfo interessava aos ‘leões’ para manter os oito pontos de distância em relação o primeiro lugar da I Liga, ocupado pelos ‘azuis e brancos’, campeões em título.

Com apenas duas alterações em relação à equipa que bateu o Feirense (2-0) e se qualificou para as meias-finais da Taça de Portugal – Renan na baliza em vez de Salin e Diaby no lugar de Raphinha – o Sporting não podia ter começado melhor, já que, logo aos 03 minutos, Nani bateu o guarda-redes Jhonatan, na sequência de um canto cobrado do Marcos Acuña, na esquerda.

Apesar deste ascendente, os comandados de Ivo Vieira bem tentaram chegar ao golo, essencialmente de contra-ataque, mas a consistência defensiva apresentada pelo Sporting anulou bem a iniciativas forasteiras.

Melhor a jogar em ataque continuado, embora com pouca velocidade, a formação de Alvalade ampliou a contagem, aos 26 minutos, com um remate fulminante de Bruno Fernandes de pé esquerdo, quase no bico da pequena área, depois de uma defesa incompleta de Jhonatan a desviar um forte pontapé de Ristovski. Segundos antes, Diaby, de cabeça, tinha obrigado Jhonatan a defender para a trave.

Quando o parecia que o Sporting podia partir para uma goleada, a formação de Moreira de Cónegos não só jogou melhor futebol como obrigou o Sporting a ter cuidados redobrados no setor defensivo, já que, aos 34 minutos, Heriberto, jogador emprestado pelo Benfica e com passagem pelos escalões de formação dos ‘leões’, fez o 2-1, após assistência de Chiquinho.

Com esta magra vantagem esperava-se que o Sporting se apresentasse com mais força no segundo tempo, mas a permanência em campo de Wendel (substituído por Petrovic, aos 86 minutos) e Diaby (anulado por Rúben Lima) retiravam criatividade à equipa de Marcel Keizer, algo que só mudou após a entrada de Raphinha, aos 69 minutos, para o lugar de Nani.

Foi precisamente este jogador que teve a oportunidade de ampliar a contagem. Aos 80 minutos, introduziu a bola na baliza de Jhonatan, mas o golo acabou por ser invalidado pelo árbitro portuense Rui Costa após a intervenção do videoárbitro.

O Sporting acusou o toque e colocou velocidade no jogo, algo que não tinha havido até então, mas foi incapaz de alterar o resultado, uma vez que o Moreirense não desarmou e procurou sempre chegar ao golo do empate.

Invariavelmente, o central Mathieu, considerado o melhor jogador em campo, e o guarda-redes Renan Ribeiro conseguiram anular as tentativas dos minhotos, nomeadamente uma de Heriberto, aos 82 minutos, e outra de Rúben Lima, aos 90+2.

Ficha de Jogo

Jogo realizado no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Sporting – Moreirense, 2-1.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

1-0, Nani, 03 minutos.

2-0, Bruno Fernandes, 26.

2-1, Heri, 34.

Equipas:

– Sporting: Renan Ribeiro, Ristovski, Coates, Mathieu, Acuña, Gudelj, Wendel (Petrovic, 86), Bruno Fernandes, Diaby, Nani (Raphinha, 69) e Bas Dost.

(Suplentes: Salin, Jefferson, André Pinto, Petrovic, Francisco Geraldes, Raphinha e Luiz Phellype).

Treinador: Marcel Keizer.

– Moreirense: Jhonatan, D’Alberto, Iago dos Santos, Halliche, Rúben Lima, Chiquinho, Loum, Fábio Pacheco (Teixeira, 83), Pedro Nuno (Bilel, 68), Heri e Arsénio (Nenê, 68).

(Suplentes: Trigueira, Alan, Teixeira, Bilel, Nenê, Pato e Bruno).

Treinador: Ivo Vieira.

Árbitro: Rui Costa (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Chiquinho (54), Gudelj (56), Iago dos Santos (84), Ristovski (90+2).

Assistência: 30.121 espetadores.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais I Liga