Redes Sociais

I Liga

O que espera o treinador do Marítimo para o jogo com o Moreirense

Foto: Twitter de Marítimo da Madeira

O treinador do Marítimo, Cláudio Braga, disse esta sexta-feira que aguarda um encontro “interessante” e um “bom espetáculo” no terreno do Moreirense, no domingo, em jogo da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“Espero um jogo interessante, entre duas equipas que procuram a vitória. Nós vamos jogar fora, mas a mentalidade não vai ser diferente. Vamos à procura dos três pontos, sabendo do percurso que o Moreirense tem feito neste início de época em casa e que a ideia deles também não vai ser diferente. Procura-se um jogo de qualidade e vai ser um bom espetáculo”, destacou, na conferência de imprensa de antevisão.

Os insulares procuram inverter uma série de cinco jogos sem ganhar, com três derrotas e dois empates, o último dos quais no passado fim de semana, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, em que o Marítimo só conseguiu eliminar o Moura, do terceiro escalão, nas grandes penalidades, por 4-3.

Ainda assim, Cláudio Braga garantiu que teve uma semana de trabalho “dentro da normalidade” e que correu bem “em termos de intensidade e do plano técnico-tático”.

Os problemas surgiram na frente de ataque, já que Rodrigo Pinho esteve em gestão de esforço e Joel só hoje treinou com os restantes colegas, após problemas de visto que foram adiando o regresso à Madeira do avançado, que esteve ao serviço da seleção dos Camarões.

“[O Joel] Não treina há quase duas semanas com o grupo. Sabemos que está bem e a qualidade que tem. Vamos guardar esse trunfo para falar com o resto da equipa técnica e serei eu a decidir”, comentou.

Em relação ao facto de o treinador do conjunto de Moreira de Cónegos, o madeirense Ivo Vieira, conhecer bem a formação do Marítimo, clube pelo qual passou nas épocas 2014/15 e 2015/16, Cláudio Braga considerou um “pormenor interessante”, mas defendeu que a “informação chega a todo o lado”, por isso, não acredita que as equipas consigam surpreender o adversário.

“As dinâmicas de jogo é que vão fazer a diferença. É o estar bem dentro do jogo, com alguns jogadores que têm mais criatividade e mais argumentos na tomada de decisão e são esses artistas que podem fazer a diferença”, acrescentou.

O Marítimo, oitavo classificado, com 10 pontos, visita o Moreirense, 15.º, com sete, no domingo, com o apito inicial marcado para as 15:00.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais I Liga