Redes Sociais

II Liga

Paços de Ferreira imparável

O Paços de Ferreira recebeu e venceu hoje por 1-0 o Benfica B, a quem impôs a primeira derrota na II Liga de futebol, cimentando a liderança da prova, num bom jogo da oitava jornada.

O arranque da ronda opunha os dois primeiros e as equipas fizeram justiça a essa condição, proporcionando um espetáculo de qualidade, com Luiz Phellype a fazer a diferença no resultado, com um remate forte e colocado aos 20 minutos, que valeu a sexta vitória consecutiva do Paços.

À juventude e maior irreverência dos ‘encarnados’, com uma entrada forte no jogo, responderam os locais, com mais experiência e maior matreirice, com uma saída muito forte para o ataque, sobretudo pela direita, através do ‘explosivo’ Fatai.

O extremo pacense combinou com Luiz Phellype, aos 17 minutos, num lance de transição que funcionou como ensaio do único golo do encontro, anotado três minutos depois, numa jogada de envolvimento ofensivo, que contou ainda com a participação de Pedrinho, fundamental na assistência para o potente remate à entrada da área, sem hipóteses de defesa para Zlobin.

Willock, numa ação individual, aos 31 minutos, venceu a oposição de Pius e levou a bola a passar por cima de Ricardo Ribeiro, que continua sem sofrer golos, num centro perigoso e, na resposta, o central pacense acertou nas malhas laterais da baliza guardada por Zlobin, após um pontapé de canto.

Foi só perto do intervalo, aos 40 minutos, que o Benfica B criou verdadeiramente perigo, num remate frontal de Benny, num dos raros lances em que o Paços permitiu espaço no corredor central.

O Paços de Ferreira manteve o controlo do jogo na segunda parte, com algumas incursões perigosas no ataque, sempre com Luiz Phellype como protagonista, uma tendência apenas abalada no último quarto de hora.

Bruno Lage lançou os ‘miúdos’ Tiago Dantas e Rodrigo Conceição, filho de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, e esta ‘injeção de adrenalina’ funcionou melhor do que a troca de extremos nos locais.

Benny, aos 74 minutos, obrigou a uma boa intervenção de Ricardo Ribeiro, que ainda viu Willock levar a bola a passar perto do poste e, já nos descontos, numa fase em que o jogo estava ‘partido’, foi Bruno Teles a ficar perto do segundo golo.

Com este triunfo, que acabou por justificar, o Paços de Ferreira consolidou o primeiro lugar, agora com 21 pontos, enquanto o Benfica se mantém com 17 e poderá perder o segundo lugar no final da jornada.

Ficha de Jogo

Paços de Ferreira – Benfica B, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcador:

1-0, Luiz Phellype, 20 minutos.

Equipas:

– Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro, Bruno Santos, Marco Baixinho, Junior Pius, Bruno Teles, Diaby, Luiz Carlos, Pedrinho (Vasco Rocha, 89), Fatai (Wagner, 72), Luiz Phellype e Uilton (Barnes, 72).

(Suplentes: Carlos Henriques, Marcos Valente, Vasco Rocha, André Leal, Barnes, Wagner e Douglas Tanque).

Treinador: Vítor Oliveira.

– Benfica B: Ivan Zlobin, Alex Pinto, Ferro, Kalaica, Pedro Amaral, Florentino Luís (Tiago Dantas, 76), Diogo Mendes, Benny (Saponjic, 82), Willock, Daniel dos Anjos e Nuno Santos (Rodrigo Conceição, 76).

(Suplentes: Daniel Azevedo, David Zec, Simón Ramírez, Rodrigo Conceição, Saponjic, Guga e Tiago Dantas).

Treinador: Bruno Lage.

Árbitro: João Matos (Viana do Castelo).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Florentino Luís (61), Diaby (68) e Saponjic (90+5).

Assistência: cerca de 2.000 espetadores.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais II Liga