Redes Sociais

I Liga

SC Braga com “força mental” para jogar na Luz

Foto: DR

Abel Ferreira garantiu hoje um SC Braga com “força mental” para jogar no terreno do Benfica, no domingo, em jogo da 14.ª jornada da I Liga de futebol, e fez a defesa de Rui Vitória.

O treinador dos minhotos prometeu uma equipa “focada no que tem que fazer” diante dos ‘encarnados’ e, sobretudo, “no forte jogo coletivo e com força mental para lidar com as adversidades que o jogo pode trazer”.

“Gostamos de desafios e de melhorar a cada dia, e se queremos ser melhores temos de desafiar os melhores no jogo e no resultado”, disse na antevisão da partida.

Confrontado com o futebol menos entusiasmante que o Benfica tem apresentado, como foi exemplo o recente jogo da Taça de Portugal com uma exibição ‘cinzenta’ e um ‘magro’ triunfo frente ao Montalegre, equipa do Campeonato de Portugal (1-0), Abel Ferreira defendeu Rui Vitória das críticas.

“É uma equipa que tem qualidade, [o Rui Vitória] é o treinador que ganhou mais em menos tempo no Benfica. Só conheço uma equipa que tenha sido campeão com jogadores da formação, no mínimo mais do que cinco, a titulares, que foi o FC Barcelona do Guardiola. Eu já joguei numa equipa que tinha jogadores da formação e sei o que ganhei”, deixou, numa referência implícita ao Sporting.

O SC Braga apenas ganhou uma vez em casa do Benfica para o campeonato, em 1954, sendo que nessa altura o jogo foi no Estádio Nacional, em Oeiras, pelo que vencer, no domingo, na Luz seria inédito em termos de campeonato para os ‘arsenalistas’: “É mais um desafio para nós, porque não?”, considerou Abel Ferreira no dia do seu 40.º aniversário.

Em terceiro lugar no campeonato, com mais um ponto do que o Benfica, a dois do Sporting, segundo classificado, e a três do líder FC Porto, o técnico fez uma avaliação dos três ‘grandes’.

“Temos um FC Porto fortíssimo, superexperiente, com 14 vitórias seguidas, um Sporting ‘levezinho’, com identidade boa, a jogar bem e a fazer golos, e um Benfica que, as pessoas falam, falam, falam, mas vai em seis jogos a marcar, a ganhar e sem sofrer golos, e um Braga pelo meio”, referiu.

Numa referência a uma candidatura ao título, Abel Ferreira lembrou mais uma vez que o SC Braga quer “fazer o que ainda não foi feito e que o melhor ainda está para chegar”, mas frisou: “lutamos com armas diferentes, o que não significa que não tenhamos a ambição, o desejo, a intenção e a ação de mostrar em cada jogo o que queremos”.

Na terça-feira, os bracarenses tiveram de disputar o prolongamento, com menos uma unidade, para garantir a qualificação para os quartos de final da Taça de Portugal, frente ao Vitória de Setúbal (1-0), mas para Abel Ferreira isso “não vai pesar a nível físico”.

SC Braga, terceiro classificado com 30 pontos, e Benfica, quarto com 29, defrontam-se no domingo, às 17:30 no Estádio da Luz, em Lisboa.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais I Liga