Redes Sociais

I Liga

Vitória empata (1-1) nas Aves

O Vitória SC empatou hoje a um golo, com o Desportivo das Aves, em encontro da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado na Vila das Aves, debaixo de chuva incessante.

Os golos surgiram em momentos de superioridade das equipas adversárias, com o Vitória a adiantar-se no marcador por Alexandre Guedes, aos 15 minutos, na recarga a um remate seu devolvido por André Ferreira, respondendo o Aves por Mama Baldé, aos 34, num lance em que Douglas não ficou isento de responsabilidades.

O Vitória chegou às Aves no melhor momento da época, com três vitórias consecutivas, num registo absoluto de sete jogos sem perder, e Luís Castro repetiu o ‘onze’ dos últimos encontros, com destaque para a colocação no ataque do ex-avense Alexandre Guedes, que prescindiu dos festejos no golo inaugural.

O tento surgiu de um lance desenhado na direita, corredor preferencial na primeira parte, envolvendo Sacko e Matheus Oliveira, autor do centro, e revelou eficácia total da formação minhota, surpreendida pela boa entrada no jogo do Aves.

O relvado pesado, a antecipar dificuldades para os vários jogos que se avizinham, pedia uma adaptação das equipas e um futebol mais simples, o que desde logo criou um novo obstáculo ao jogo mais trabalhado dos de Guimarães, muito pressionados logo na fase de construção.

A maior velocidade dos locais, com Fariña e Mama Baldé, ambos de regresso ao ‘onze’, em plano de evidência, podia ter dado resultados logo aos 13 minutos, mas Douglas compensou a má abordagem de Wakaso no lance e levou a melhor sobre Fariña e, na recarga, face a Amilton.

Contra a corrente, no primeiro ataque organizado, o Vitória adiantou-se no marcador e virou a tendência do jogo a seu favor. Osório podia ter feito o segundo, logo a seguir, após saída em falso de André Ferreira, que se redimiu, depois, em remates de Tozé e de Matheus Oliveira, este último numa altura em que o Aves já tinha alcançado o empate, o que aconteceu aos 34 minutos.

Nildo cruzou da direita e Mama Baldé, num movimento em diagonal, ganhou posição a Sacko e antecipou-se a um surpreendido Douglas.

Na segunda parte, com o vento pelas costas, o Aves conseguiu ter mais bola e aproximações junto da área contrária, acabando por justificar o empate, apesar dos lances de maior perigo terem pertencido aos minhotos, incluindo um remate ao ‘ferro’ de Tozé, aos 83 minutos, na sequência do lance mais polémico do jogo, envolvendo Welthon e André Ferreira na área do Aves.

Com este resultado, o Vitória SC segurou o quinto lugar, agora com 22 pontos, enquanto o Desportivo das Aves, derrotado nos dois últimos jogos, subiu, provisoriamente, ao 14.º posto, com 11.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio do CD Aves, na Vila das Aves.

Desportivo das Aves – Vitória SC: 1-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

0-1, Alexandre Guedes, 15 minutos.

1-1, Mama Baldé, 34.

Equipas:

– Desportivo das Aves: André Ferreira, Rodrigo Soares, Defendi, Ponck, Vítor Costa, Vítor Gomes, El-Adoua, Fariña (Bruno Gomes, 63), Mama Baldé, Amilton (Hamdou, 88) e Nildo Petrolina (Falcão, 79).

(Suplentes: Beunardeau, Jorge Fellipe, Falcão, Braga, Hamdou, Rodrigues e Bruno Gomes).

Treinador: José Mota.

– Vitória SC: Douglas, Sacko, Osório, Pedro Henrique, Rafa Soares, André André, Wakaso, Tozé, Matheus Oliveira (João Carlos Teixeira, 72), Davidson (Ola John, 62) e Alexandre Guedes (Welthon, 79).

(Suplentes: Miguel Silva, Florent, Frederico Venâncio, Pêpê Rodrigues, João Carlos Teixeira, Ola John e Welthon).

Treinador: Luís Castro.

Árbitro: Carlos Xistra (AF Castelo Branco).

Ação disciplinar: cartão amarelo para André Ferreira (80) e El Adoua (89).

Assistência: Cerca de 4.500 espetadores.

Comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais I Liga